Videocirurgia

Esofagectomia - Retirada Parcial ou Total do Esôfago

Informações Gerais

Por que realizar?

A cirurgia deve ser realizada quando houver presença de tumor benigno ou maligno no esôfago. Nesse caso, é necessária a retirada do segmento envolvido pelo tumor, que obstrui a passagem do alimento desde a boca até o estômago. O tumor pode causar dificuldades ao paciente para engolir, inicialmente, alimentos sólidos e, com o tempo,  alimentos pastosos até chegar à obstrução total de qualquer líquido.  Esta retirada pode ser parcial ou total, dependendo do local atingido. Como o esôfago é um órgão de passagem de alimentos, é necessária sua substituição por outro órgão, que desempenhará a função - geralmente o estômago ou cólon (intestino grosso).

É uma cirurgia de grande porte: a retirada do esôfago e sua substituição por outro órgão é um processo demorado e complexo.  Existem pelo menos duas ou três abordagens, isto é, incisões, no abdômen, tórax e pescoço. Quando realizada por videolaparoscopia, oferece recuperação mais rápida, pois o menor número de cortes significa menos dor no pós-operatório.

A esôfago não faz falta?

O esôfago é um órgão de passagem, não de absorção, de alimentos. Se sua substituição pelo estômago ou cólon é eficaz, após a cirurgia de reconstituição do trânsito alimentar, o paciente volta a se alimentar normalmente.

Anatomia do esôfago

Anatomia do esôfago