Videocirurgia

Esplenectomia - Retirada do Baço

Sobre a Cirurgia

Indicação cirúrgica

Procedimento indicado para pacientes com esplenomegalia ou tumor maligno.

A indicação de cirurgia deve ser discutida com o médico, que avaliará os sintomas e os tratamentos usados pelo paciente até o momento.

Marcação da cirurgia

Normalmente, a cirurgia é marcada para dia escolhido por cirurgião e paciente. São necessários exames laboratoriais e avaliação cardiológica pré-operatória para a realização da cirurgia com segurança.

Internação hospitalar

O paciente é internado uma hora antes da cirurgia, em jejum de, no mínimo, oito horas, inclusive sem água. O procedimento é realizado sob anestesia geral. A cirurgia varia de uma a duas horas, dependendo das condições locais

Em 99% dos casos, pode ser realizada por videolaparoscopia. Em apenas 1% dos casos necessita a conversão (passagem da cirurgia de videolaparoscopia para a convencional – aberta).

Cirurgia

São feitas quatro incisões: uma de 1 cm na cicatriz umbilical (por onde é colocada a câmera que oferece ao cirurgião, pelo monitor, uma visão em HD – alta definição   com 20 vezes de aumento e iluminação potente), outra de 1 cm na altura da boca do estômago e outras duas de 5 mm logo abaixo das costelas à esquerda, por onde são colocadas pinças para soltar o baço que está próximo ao pâncreas, estômago e diafragma. O abdômen é insuflado com gás carbônico para que o cirurgião possa enxergar dentro da cavidade abdominal. Para ligadura de vasos (veias e artérias) do órgão, é necessária a utilização de pequenos clipes metálicos de 3 mm cada um (são utilizados, em média, 4 clipes). Eles permanecem na cavidade abdominal, porém sem causar danos ao organismo, afinal são de titânio, material que não provoca reação de corpo estranho. Dependendo do caso, também podem ser utilizados staplers, que cortam e suturam os vasos principais do baço. Ou, eventualmente, a tesoura de ultracision, a qual secciona e cauteriza os vasos sanguíneos.

O baço é retirado pelo alargamento de uma das incisões laterais ou por uma incisão logo acima do púbis chamada Pfnestiel. É uma incisão semelhante à cesareana, usada quando o baço é muito grande, e o paciente não quer cicatriz maior no abdômen. Ao final do procedimento, retira-se o gás carbônico.